Vai começar uma atividade física?

Saiba quais são os riscos e benefícios. Entenda a importância da supervisão de um profissional da área




Herisson Pereira/ Arquivo Pessoal

Nesta terça-feira, 1 de setembro, é comemorado o Dia do Profissional de Educação Física. A data foi escolhida em alusão à regulamentação da profissão em 1998. Se você decidiu sair do sedentarismo, entenda a importância da supervisão de um profissional, que assim como o médico e enfermeiro, também atua na área da saúde. Um estudo realizado em 168 países e publicado em julho pela revista The Lancet Global Health afirma que a prática regular de atividade física evita 3,9 milhões de mortes por ano em todo o mundo.

No Cariri, as academias permanecem fechadas devido à pandemia, mas com a prática virtual, é possível manter-se ativo. Para o personal trainer Luan Vieira, o grande desafio é incentivar aos alunos manterem a prática. “Por ficarem isolados, muitos deixaram os exercícios de lado por acreditarem que não têm eficácia dentro de casa, um local pequeno em muitos casos”, apontou.

Para quem quer emagrecer, iniciar a prática de atividade física é o primeiro ponto. “Independentemente da modalidade, o ideal é conciliar os exercícios neuromusculares como a musculação e, aeróbicos, como a corrida e bicicleta. É a melhor maneira de emagrecer, tanto como o fortalecimento muscular e o gasto calórico. Já para o ganho de massa muscular, a musculação seria a modalidade ideal, buscando métodos de treinos voltados para a hipertrofia”, explicou o personal.

“Acredito que as pessoas ficaram mais sedentárias com o isolamento social, pois, reduziu-se os espaços onde praticavam atividade física, diminuíram-se as alternativas. Boa parte delas praticava corridas de rua, fazia exercícios em praças e locais públicos, academias e tudo voltou-se para dentro de casa, onde há mais facilidade de prender a atenção em outras coisas, como o celular e a televisão. Por outro lado, abriu outras possibilidades, como os treinos online por videochamada, embora muitos não aderirem pelo fator motivacional ser mais forte presencialmente” – Luan Vieira, personal trainer.

O personal ressalta a importância de aliar alimentação saudável e prática de atividade. “O ideal é que sempre seja feito isso, uma junção do profissional da educação física com o profissional da nutrição, o exercício físico com a alimentação correta é a chave para os resultados. A OMS recomenda 150 minutos semanais de atividade física moderada ou de 70 a 75 minutos de exercício vigoroso, uma média de três vezes por semana seria o mínimo para quem quer tornar-se ativo”.

Já o Profissional Herisson Pereira, continua atendendo os alunos via plataformas digitais e também publica periodicamente vídeos no seu canal do YouTube.

Profissionais aconselham que a frequência semanal seja de três dias ou mais variando as intensidades, sempre com a orientação de um profissional.

Pós-pandemia

“As expectativas pós-pandemia são de uma nova visão, pois, a retomada das atividades vão exigir cuidados redobrados. Aguardo muito ansioso a abertura dos locais adequados para a prática, como as academias e espaços públicos que contêm equipamentos”. A atividade física possui inúmeros benefícios comprovados cientificamente e promove valências físicas necessárias no dia a dia das pessoas. Afirma Luan Vieira.

Luan Vieira/ Arquivo Pessoal

De acordo com o profissionais, o exercício retarda alguns processos de perdas celulares e algumas vezes é o próprio tratamento para inúmeras doenças, sendo indispensável ao envelhecimento saudável com qualidade de vida.

Benefícios:
• Previne doenças cardiovasculares e respiratórias;
• Melhora a circulação sanguínea;
• Longevidade dos órgãos;
• Maior resistência e força;
• Retarda a perda da densidade óssea e muscular;
• Reduz a ansiedade e estresse;
• Auxilia no tratamento para depressão;

Fiscalização

Apesar da pandemia ter paralisado entre 19 de março e 30 de junho as atividades do Conselho Regional de Educação Física no Ceará, Cref 5, foram realizadas 533 diligências esse ano em todo o estado. No Cariri, Juazeiro do Norte, Abaiara e Aurora receberam a fiscalização antes do início da quarentena.

Em números:

129 encaminhamentos por exercício ilegal da profissão (leigos)
146 encaminhamentos por exercício irregular da profissão (profissionais fora da categoria de habilitação)
45 denúncias de exercício ilegal online
31 denúncias de academias funcionando descumprindo decreto
31 notícias-crime protocoladas após análise de perfis em redes sociais
(Fonte: Cref 5ª Região)

Carregar mais Posts Relacionados
Carregar Mais Por Luca Souza
Carregar Mais Em Esporte

Sobre Luca Souza

Estagiário no setor de criação de conteúdo do Foobá

Últimas

Assine nossa newsletter e receba nossas novidades por email

Mantemos os seus dados privados e os compartilhamos apenas com terceiros que tornam este serviço possível. Leia nossa política de privacidade.

Instagram

Instagram has returned invalid data.

Siga-nos!